13 abril 2006

Confissões

- E então meu filho, o que te perturba?
- Senhor padre, fiz algo de terrível, não sei se tenho perdão.
- Meu filho, tudo tem perdão se te arrependeres.
- Pois, mas aí está o mal. Não sinto o mais leve arrependimento do que fiz…
- Mas que falta tão grave cometeste? Tenho a certeza que foi apenas um pecadozito venial. Conta lá, abre o teu coração.
- Senhor padre, eu li o jornal esta semana…
- … (o padre olha-o com um ar aterrado)
- … mas… eu fui, por mais de uma vez consultar o meu e-mail.
- Meu filho… (o padre coloca ambas as mãos na face e rola os olhos num esgar de desespero).
- Senhor padre, mas não é tudo. Eu vi televisão esta semana.
- Meu filho, oh meu filho, tu estás no caminho de Satanás, a tua alma está envolta nas trevas. Oh meu filho… (o padre, desesperado, agarra os cabelos e chora copiosamente…)

NAP

3 Comments:

At 13 abril, 2006 15:13, Anonymous Olivia Santos said...

E que dizer das missas aos domingos? Será pecado assistir? E as horas intermináveis a que somos sujeitos porque morreu a Irmã Lúcia, ou por causa do aniversário da morte de João Paulo II? E os filmes sobre a vida de Cristo, sobre os pastorinhos?
Reformulou-se a lista dos pecados. E a lista das absolvições? E o preservativo, já se pode usar ou temos mesmo de parar com as relações sexuais, ou então, ter uma montanha de filhos e deixá-los morrer à fome? Nada disto se reformula?

PS: sou mesmo eu, olivia santos, não é o NAP disfarçado (eheheh)

 
At 13 abril, 2006 18:56, Blogger Nós por cá said...

Está tudo doido.
Como é possível que ainda se dê crédito aos propósitos destas iluminárias?
Parabéns pelo texto.
Mestre Gil (o Vicente) não teria feito melhor.

 
At 15 abril, 2006 17:29, Blogger Sónia Monteiro said...

Apesar de.... não deixas de ter piada!

 

Enviar um comentário

<< Home