25 abril 2006

A Revolução de Abril

Acabo de assistir à cerimónia de comemoração do 25 de Abril - da Revolução - e, em particular, aos discursos do Presidente da Assembleia da República e do Presidente Cavaco silva.
Estava curioso e expectante.
De Jaime Gama saiu, uma vez mais, uma peça quase literária revisitando a História e o pensamento dos homens que a fizeram. Mas também sibilina no modo como soube atacar os problemas actuais antecipando o que julgaria ser uma hipotética (e esperada) abordagem do Presidente à necessidade de recuperar a credibilização da classe política e, também, à necessidade de uma maior atenção por parte desta ao país e às pessoas.
Cavaco Silva surpreendeu tudo e todos.
Para aqueles que lhe quiseram colar o rótulo de economicista respondeu com um texto muito bem estruturado de diagnóstico, de reposicionamento de metas e apontando o caminho.
Mas mais!
Conseguiu afirmar que a preocupação dos políticos não se deve centrar na defesa dos direitos daqueles que já os têm e, eventualmente, possam sentir que estão a ser afectados mas, antes, demonstrar preocupação genuína em atacar aqueles que são e estão a ser excluídos.
Para esses também se fez uma Revolução em Abril de 1974.
Também a esses foi dado o direito de sonhar!

JL

10 Comments:

At 26 abril, 2006 14:42, Anonymous Anónimo said...

Sintomático! As bancadas da direita não aplaudiram os Capitães de Abril!
Homens como já não há neste país de gente medíocre.
A direita "revanchista" portuguesa continua na sua senda de vingar o 24 de Abril de 1974.
Não podemos esquecer que o país de Abril,aquele pelo qual milhares de homens e mulheres lutaram durante mais de 40 anos, não se cumpriu passados 30 anos.Todavia, as multidões sedentas de ilusão, caminham no sentido do esquecimento.Já há quem tente menosprezar a memória:Alberto João Jardim, Miguel Sousa Tavares, entre outros.Postulam estes senhores, que festejar a data já não faz sentido e apenas é sustentada pelos "hipócirtas comunistas e socialistas"...
Os paradigmas desta sociedade decrépita são aqueles que no passado optaram por se "diluir democraticamente na legitimidade democrática".
Povo que esquece é povo que não merece!
Condecorem-se presidentes de clubes de "bola" e esqueçam-se os exilados, os perseguidos e deportados, aqueles que pugnaram na clandestinidade, aqueles que na madrugada do dia 25 de 1974 decidiram avançar sabendo que podiam não voltar.Esses não tinham nada a perder, mas tudo a ganhar.
25 DE ABRIL SEMPRE!

 
At 27 abril, 2006 00:05, Blogger PML said...

A ELSA não tem cores políticas nem simpatias políticas. Não me parece minimamente acertado o registo faccioso que é utilizado neste espaço com o nome da ELSA. Se querem falar de política falem num blog pessoal. A meu ver, a ELSA Portugal deveria tomar uma atitude.
Cumprimentos

 
At 27 abril, 2006 13:27, Anonymous Anónimo said...

"Registo faccioso"(?!)...De parte de quem?
Prefere falar de bola,ou do gato fedorento, ou do Euro festival da canção, ou do C.S.I....
Talvez seja mais...politicamente correcto...

 
At 27 abril, 2006 16:33, Blogger PML said...

lá está....a ELSA é apolítica....aqui deveria falar-se só e apenas de Direito e do curso.
Se não entende....paciência

 
At 27 abril, 2006 17:16, Anonymous Anónimo said...

"Blog da Associação Europeia de Estudantes de Direito - Universidade do Minho. Visa promover o debate salutar de ideias. [IMP]Os textos expostos são da responsabilidade dos seus autores.[IMP] !!APRECIE A VISITA!!"

Não sei se leu esta parte, mas o Blog visa a discussão salutar de ideias, sejam as mesmas de referência a um qualquer e determinado assunto, desde que cumprindo os ditâmes do respeito e cordialidade. Não se pretende aqui fechar o circulo a uma qualquer redoma, seja ela do direito ou do curso. Mas sim, um debate aberto, crítico e participativo. Se assim deseja aconselho-o a fazer um blog onde só, única e exclusivamente, se falem desses assuntos.

PSB

 
At 28 abril, 2006 04:18, Blogger PML said...

meu caro PSB...
A questão não reside aí.
Sendo este um blog que é da responsabilidade de um Local group da ELSA, será de esperar que o mesmo não trate de política ou religião. A introdução do seu último comment está patente na primeira página do blog mas é uma falácia.(essa questão da irresponsabilidade neste caso dá pano para mangas).
...este blog não deve nem pode ter críticas políticas porque a ELSA não trata desses assuntos e não deve ter nos seus sites ou blogs este tipo de intervenções.
Eu sou completamente a favor do debate livre e aberto de ideias...Apenas acho que não se pode fazer neste blog.
Verá que os dirigentes da ELSA Portugal, olhando os estatutos e o princípios fundadores da mesma, só poderão ser da minha opinião.
cumprimentos

PML

 
At 29 abril, 2006 14:13, Anonymous M said...

...

 
At 29 abril, 2006 20:01, Anonymous Anónimo said...

"Os textos expostos sao da responsabilidade dos seus autores" é literal e nao dará certamente "pano para mangas", mr.brightside! Nao entre nesse tipo de questoes e deixe em paz os "estatutos e os principios fundadores" da ELSA!

Os melhores cumprimentos,

JMC

 
At 29 abril, 2006 23:25, Blogger PML said...

Depois de ter explicado convenientemente os meus argumentos vejo-me obrigado a dizer que os senhores ou são cegos ou não sabem ler.....Com gente assim não se discute sériamente. Meu caro JMC...Se a ELSA fosse em Portugal uma estrutura em condições este blog ou já não existia nestes moldes ou era mesmo esse núcleo que já teria sido extinto.
Tenho de discordar consigo também quando diz que a afirmação da responsabilidade é clara e não dá pano para mangas. Como não me quero repetir sugiro que leia anteriores comments.
Não vou responder a mais nenhum comment neste blog simplesmente....porque não vale o trabalho que dá carregar nas teclas.

Cumprimentos

 
At 03 maio, 2006 22:56, Anonymous Anónimo said...

Meu caro Dr Brightside,

Faça jus ao nome que usa e mude um pouco de mentalidade! é que essa mentalidade que quer transformar a ELSA numa instituiçao abúlica e atada é a mesma que explica o quase desaparecimento da ELSA Portugal e, a contrario, o dinamismo nunca antes visto de um nucleo de estudantes como é o da ELSA UMinho..
é que eu ainda nao consegui perceber qual o problema de proporcionar um forum de debate a estes nobres colegas...

 

Enviar um comentário

<< Home