19 dezembro 2004

ESCOLA DE DIREITO DA U.M.: BOM


De acordo com a notícia que figura

na última página do Expresso a Comissão
que efectuou a avaliação aos cursos
de Direito em Portugal, e presidida por
Gomes Canotilho, já elaborou um relatório
síntese ao qual este jornal teve
acesso. Vejamos os resultados:
As Faculdades de Lisboa e de Coimbra foram
classificadas com "excelente",
ao curso da Nova de Lisboa e da Católica
(Porto e Lisboa) foi atribuída a classificação
de "muito bom". À Escola de Direito da Universidade do Minho
e à Faculdade de Direito do Porto foi
conferido a classificação de "Bom".
Importa ainda referir que a Moderna de Lisboa,
a Dinensino de Beja e a Universidade Internacional da Figueira da Foz
tiveram "insuficiente. Foi ainda recomendado pela comissão o
encerramento da Dinensino de Setúbal.

NAP

3 Comments:

At 19 dezembro, 2004 23:10, Blogger AgoraEu said...

No ponto!!!
A tradição ainda é o que era. Ainda que signifique NADA!!!!!!!
Para aqueles (Professores) que ainda andam distraídos com as suas "guerras internas" é bom que se resolvam a acordar.
Para os outros (Alunos) que ainda acreditam que estão no melhor dos mundos (UM) é tempo de acabar com a brincadeira e de avançar com projectos credíveis que MOSTREM a Escola de Direito no EXTERIOR.
"Direito?! Em Braga?! "Isso" é novo, não é?"
Nunca ouviram? Então é porque nunca falaram da vossa Escola fora dos muros da universidade.
E o problema começa exactamente aí.

 
At 20 dezembro, 2004 15:55, Blogger Casino da ELSA said...

(Mais do mesmo!!)

Embora a classificação defina uma determinada posição (ranking), mais importante, seria saber quais os critérios que presidiram à mesma. Só poderemos passar desse "Bom" para um "Excelente",se conhecermos as razões que levaram a esse resultado. Se por exemplo passaria pelo número de anos da existência do curso,(o que não me parece), se pela notas dos alunos e sua participação no universo académico do Direito, se pela avaliação dos professores, (feita por quem e como?), pelas condições das estruturas de ensino,(aí Coimbra tinha muito a dizer...), se pelo número de professores catedráticos, etc,... um rol de questões que poderiam ter sido. Como bem referiu o comentário primeiro, o próprio curso da U.M. de Direito, é um fantasma no universo do Direito em Portugal. Se não atacarmos as questões de fundo, por todos, com todos e com vontade,...corremos o risco de este "Bom" ter sido a melhor classificação que alguma vez atingimos.

PSB

 
At 22 dezembro, 2004 15:56, Blogger Casino da ELSA said...

De que nos Vale o Regozijo!!!

Harvard, novamente
Os "rankings" universitários estão na moda. Há tempos, foi um feito por uma universidade chinesa, agora é outro do "The Times Higuer Education Supplement". Os indicadores foram outros e, neste caso, incluem a opinião de 1300 universitários de 88 países. O resultado é que é praticamente o mesmo. Em primeiro lugar, sempre Harvard, seguida de grandes universidades americanas: Berkeley, MIT, California Institute of Technology. Logo a seguir, as indiscutíveis europeias, Oxford e Cambridge.

Desta vez, Portugal NEM APARECE e as universidades europeias latinas meridionais só começam a surgir (Madrid) na 67ª posição. Realce também para as novas asiáticas e para as australianas que, como no estudo anterior, ocupam muitas posições na lista das 50 primeiras.

Retirado do blog http://professorices.blogspot.com/

PSB

 

Enviar um comentário

<< Home